pessoa lendo para duas crianças

Antigamente, as histórias eram passadas de geração para geração através da contação de histórias e não pelos livros como conhecemos hoje. A cada nova geração, as histórias foram adaptadas conforme a cultura, a necessidade de transmissão de conhecimento e conceito de moral de cada época.

As histórias infantis foram ganhando versões universais e hoje algumas são populares no mundo todo. Montamos uma lista com as 15 histórias mais lindas e com boas lições para contar aos seus pequenos em uma festa do pijama ou na hora do soninho.

Acompanhe!

1. Adivinha o quanto eu te amo

Uma história linda de amor entre um coelhinho e seu pai.

“Ás vezes, quando amamos alguém muito, mas muito mesmo, ficamos desejando achar um jeito de mostrar quanto os nossos sentimentos são grandes. Mas, como o coelhinho e o coelho pai vão acabar descobrindo, o amor não é uma coisa assim tão fácil de medir…”

Escrito pelo autor irlandês Sam McBratney em 1994, lançado no Brasil em 1996, o livro atingiu rapidamente um clássico da literatura infantil mundial. A história transmite uma mensagem de amor incondicional e fortalecimento de relações familiares.

livro na cadeira do Adivinha o quanto eu te amo

Você também pode se interessar: Educação positiva: o que é e como praticá-la?

2. O Grúfalo

Uma fábula muito divertida que fala sobre os poderes da imaginação e da comunicação.

Muito astuto e imaginativo, um ratinho resolve inventar uma história sobre o Grúfalo, um mostro terrível e assustador. Cada animal que ele encontra pelo caminho fica sabendo um pouco do Grúfalo, o que os deixa com muito medo. Mas, será que o Grúfalo é só fruto da imaginação do ratinho ou ele existe mesmo?

Este livro é um grande estímulo para a criatividade das crianças, pois trabalha muito com a imaginação. Ele também traz lições sobre como devemos encarar nossos problemas e desafios do dia-a-dia.

O Grúfalo foi escrito pela britânica Julia Donaldson no ano 2000. Para tornar o mostro típico da imaginação infantil, visitou algumas escolas e pediu que as crianças desenhassem como imaginavam um Grúfalo. A partir dessas experiências, ela usou as sugestões dos pequenos para criar o monstro.

3. Urashima Taro e a Tartaruga

A história de Urashima Taro é um dos mais famosos contos japoneses da história. Segundo a tradição, essa história é contada de geração em geração há mais de 1000 anos!

Um jovem pescador, Urashima Taro, certo dia salva um filhote de tartaruga das mãos de crianças que a estavam maltratando. Dias depois, enquanto pescava, Urashima vê sair do mar uma tartaruga gigante, que agradece por Urashima ter salvado seu filhote e o convida para conhecer o Paraíso do Fundo do Mar. Lá, muitas surpresas o aguardam.

Os contos tradicionais, principalmente do oriente, são uma enorme fonte de riqueza. É uma linda história para começar a ensinar as crianças sobre os anseios da natureza humana.

livro na cadeira do Urashima Taro e a Tartaruga

Confira: 10 experiências divertidas e simples para fazer com crianças

4. A Lebre e a Tartaruga

Um clássico das fábulas. Uma história que pode ser contada de diversas maneiras diferentes e tão impregnada no imaginário coletivo que nem é necessário um livro para contá-la. Tão famosa que já virou até filme e desenho animado.

Uma lebre jovem e metida e uma tartaruga velha e humilde decidem disputar uma corrida, depois que a lebre tira sarro da tartaruga por conta da sua vagarosidade. A lebre tem certeza que irá ganhar a corrida e por isso não se dedica durante a prova. Com isso, a tartaruga perseverante, consegue alcança-la e passar a frente. Será que a lebre consegue chegar na primeira colocação?

Essa é uma das histórias mais conhecidas do famoso autor Esopo, criador do gênero Fábula. A história foi recontada mais tarde por outro grande nome das fábulas, La Fontaine.

A história nos passa uma lição de mais vale um trabalho duradouro e persistente do que dons e talentos mal aproveitados. Uma ótima escolha para contar para crianças que precisam de motivação para acreditar em suas capacidades.

5. Cachinhos Dourados e os Três Ursos

Cachinhos dourados é outra história clássica da literatura infantil que tem lições valiosas a serem passadas para as crianças.

Em uma casinha na floresta viviam papai urso, mamãe ursa e o bebê urso. Certa manhã, uma menina de cachinhos dourados, que morava próxima dos ursos, encontrou a porta da casa aberta após os ursos tinham saído. A menina entra e encontra muitas coisas por lá. Será que ela vai conseguir fugir antes que a família urso volte?

A história da Cachinhos dourados traz uma lição sobre não mexer em coisas que não são nossas. A lição que a menina recebe no final da história propõe uma reflexão nas crianças sobre o espaço pessoal e a individualidade.

livro na cadeira da Cachinhos dourados e os três ursos

Veja também: Cores para crianças: veja a influência no desenvolvimento

6. A Galinha Ruiva

Uma das gostosas historinhas que se passam no campo. O ambiente da fazenda é comumente retratado em histórias infantis por proporcionar diversão e imaginação, mas também auxilia as crianças no aprendizado sobre os animais.

Uma galinha ruiva decide fazer um delicioso bolo de milho, mas por encontrar algumas dificuldades ela pede ajuda aos outros animais da fazenda. Infelizmente, ninguém parece interessado em ajudar a galinha, mas depois que o bolo fica pronto…

A história da galinha ruiva passa a mensagem da necessidade e da importância da empatia. E que é importante participar do processo para ter gosto na hora de colher os resultados.

Além de também compreendermos a importância de ajudar o próximo sem esperar nada em troca, a história ajuda no processo de alfabetização por conter poucas palavras.

7. Romeu e Julieta

Não, não estamos falando do clássico de William Shakespeare, e sim da versão infantil da autora brasileira Ruth Rocha, uma das damas da literatura brasileira.

Romeu era um borboletinho muito travesso que adorava aventuras e sempre saía passear com seu amigo ventinho. A única coisa que o pai de Romeu não deixava, era que o filho se misturasse no jardim. As borboletas azuis, assim como eles, deveriam ficar sempre no canteiro azul.

Um dia, ventinho convida o amigo para passear em outros canteiros e Romeu acaba conhecedo Julieta, uma borboleta amarela. Juntos eles viverão muitas aventuras e mudarão para sempre as coisas no canteiro.

A autora brasileira tem histórias consagradas e com lições muito profundas para a vida. A história de Romeu e Julieta fala sobre diversidade e união. Um belo exemplo de empatia e acolhimento em um mundo carente de relações interpessoais.

livro na cadeira do romeu e julieta

8. A Flauta Mágica

A Flauta mágina é uma adaptação da ópera de Mozart também pela autora brasileira Ruth Rocha, sendo uma das histórias mais clássicas da literatura mundial com mensagens profundas para os leitores:

Tamino é um príncipe talentoso muito bondoso e se apaixona pela princesa Pamina logo que a conhece. Pamina é sequestrada por Sarastro, um sacerdote da sabedoria e inimigo da Rainha da Noite, mãe da princesa. A rainha então dá a Tamino uma flauta mágica, e ele sem medo promete trazer a princesa de volta. Em uma histórica cheia de surpresas e reviravoltas, tudo pode acontecer!

A história da flauta mágica nos passa a mensagem de que devemos desconfiar das coisas que funcionam sempre igual, quando se deparam com novas situações. Sempre esteja preparado para situações inusitadas!

9. A Princesa e a Ervilha

Outra história clássica da nossa lista escrita por um dos mestres antigos da literatura infantil, Hans Christian Andersen, em 1835. O conto fala sobre as virtudes de uma pessoa que vão além das aparências.

Um belo príncipe sonhava em se casar com uma princesa, mas uma princesa de verdade, com sangue real. Ele procurou pelo mundo todo e nunca conseguiu encontrar a mulher ideal. Certa noite, chovia muito no castelo e uma jovem que dizia ser uma princesa bateu na porta.

O próprio príncipe abriu e não acreditou no que a moça dizia pelo seu estado deplorável. Apesar de achá-la linda, o príncipe queria ter certeza de que ela era uma princesa, então fez alguns testes. Será que deu certo?

Você também pode se interessar: Comportamento infantil dos 4 aos 5 anos: o que esperar?

10. A Rainha da Neve

Outro conto do dinamarquês Hans Christian Andersen, publicado pela primeira vez em 1844, é a história da luta contra o bem e o mal, a razão fria e o coração quente. Segundo contam, Andersen levou apenas 5 dias para criar o conto.

A história conta a aventura de Kai e Gerda, dois irmãos que encontram um espelho fabricado por trolls que distorce imagens. O espelho se quebra e alguns pedaços atingem os olhos e o coração de Kai. A Rainha da neve aparece e faz com que Kai se esqueça de Gerda, e leva-o com ela. Gerda parte em busca do irmão, mas será que ela conseguirá encontrá-lo?

Se você leu essa sinopse e alguma coisa lhe pareceu familiar, não ache estranho. A história da rainha da neve é a inspiração para a animação mais famosa da Disney, Frozen. Isso mesmo, a história das irmãs Elsa e Anna é inspirada na dos irmãos Kai e Gerda!

11. A Pequena Sereia

Uma das histórias mais famosas de todos os tempos, eternizada na memória coletiva pelos estúdios Disney com as aventuras de Ariel.

Ariel, uma linda e jovem sereia filha do rei Tritão, é muito curiosa e vive procurando no fundo do mar objetos estranhos derrubados por humanos em suas viagens. Ariel se encanta tanto com os objetos que, quando encontra um navio, decide ver mais de perto como são os humanos. É assim que ela conhece o príncipe Eric e os dois acabam se apaixonando. Mas, Úrsula, uma mulher-polvo das profundezas, está decidida a acabar com os sonhos de Ariel.

Essa história conta sobre um amor maior e mais forte que qualquer coisa. Também alerta sobre tomar decisões sem pensar e ponderar sobre as consequências.

Os estúdios Disney já estão produzindo uma nova versão do clássico, desta vez filmado em “Live action” – com atores de verdade. E quem interpretará Ariel é Halle Bailey, uma talentosíssima atriz negra! Uma repaginada de representatividade para nossas meninas!

livro na cadeira da a pequena sereia

Confira: Brincadeiras com água: 11 maneiras de se divertir no verão!

12. O Patinho Feio

A história do patinho feio também faz parte da memória afetiva de muita gente. Contada desde 1843 e escrita por Hans Christian Andersen – mais uma dele! –, é um conto inesquecível para quem ouviu pelo menos uma vez.

Neste conto, conhecemos a história de um pequeno cisne que por engano acaba sendo chocado por uma pata e tendo como irmãos vários patinhos. Por ser diferente, ele é excluído e tido como feio. Mas, conforme vai crescendo sua aparência vai mudando, assim como a atitude de sua família.

13. João e Maria

A primeira história da nossa lista escrita pelos lendários Irmãos Grimm, em meados do século XIX. Todos os contos dos irmãos são inspirados na tradição oral, passados de geração para geração. Diversas histórias ainda têm mistérios sobre sua verdadeira autoria, tantas são as versões e adaptações criadas.

Esta é a história de dois irmãos que viviam com seu pai e uma madrasta má, e devido as dificuldades da família decidem abandonar as crianças na floresta. Elas tentam voltar, mas não conseguem e acabam encontrando uma casa de doces onde mora uma bruxa. Lá, são ludibriados e mantidos prisioneiros pela velha. Será que conseguirão escapar e voltar para a sua família?

A mensagem que a história nos passa é sobre não confiar nas primeiras aparências.

livro na cadeira do Joao e maria

14. Chapeuzinho Vermelho

As versões originais dessa história remetem a tradição oral de camponeses da Europa Medieval. Segundo consta, as primeiras versões tinham elementos sensuais e grotescos, nada recomendado para crianças. Mas, é importante lembrar que o conceito de infância é bem mais recente que o conto. A primeira versão publicada foi do autor Charles Perrault em 1697.

Uma linda menina que morava com sua mãe tinha uma avó doente que morava do outro lado da floresta. Certo dia, sua mãe pede que a menina leve até a casa da vó uma cesta de doces e frutas. Ela vai feliz e cantarolante até encontrar um lobo que tenta convencê-la a ir por um trajeto mais longo, enquanto ele vai por outro caminho mais curto para chegar antes na casa da avó e esperar pela menina. O que será que o lobo está aprontando?

Essa história é ótima para fortalecer nas crianças o conceito de não confiar em pessoas estranhas e sempre obedecer e confiar nas instruções dos pais.

15. Ah, os lugares aonde você irá!

Deixamos para o final da lista um dos autores mais geniais da literatura infantil: Dr. Seuss. Com seus livros e histórias peculiares, é uma leitura obrigatória para qualquer criança crescer cheia de imaginação!

O protagonista da história está viajando pelo mundo e sabe que vai passar por muitos locais em sua jornada. Ele pode escolher qualquer caminho, mas pode se deparar com alguns problemas, se meter em apuros ou ter que encontrar saídas para enrascadas. O que realmente importa é que ele passará por lugares incríveis.

Com cenários surreais e rimas típicas da literatura do Dr. Seuss, as crianças vão se encantar e aprender sobre o sentido de crescer e encontrar o seu lugar no mundo! Imperdível!

livro na cadeira do Ah, os lugares aonde você irá!

Esperamos que você tenha curtido a nossa lista com essa seleção incrível de livros infantis! Agora é montar a sua biblioteca, dar asas a imaginação e curtir o momento com seus pequenos.

Continue acompanhando nosso blog!

sobre a autora:

Deixe um comentário